top of page

Ford Thunderbird junta-se à colecção Top Time da Breitling


Top Time Ford Thunderbird @ Breitling


A década de 1960 foi uma década de grande liberdade e energia. Fosse ao guiador de uma moto ou a acelerar num carro desportivo, viver a vida a toda velocidade estava na ordem do dia. O fundador da terceira geração, Willy Breitling, sentiu esta mudança de ritmo e decidiu dar vida a um cronógrafo pouco convencional que capturasse a verve da época. O projecto passou a ser conhecido como Top Time e foi recentemente alvo de uma reedição focando-se nos carros desportivos que marcaram uma época.



Esta foi, aliás, a coleção mais vendida da marca em 2021. O Top Time Classic Cars provou ser um sucesso tão grande que a Breitling diz não ter tido escolha a não ser trazê-la de volta à colecção corrente. Desde que foi lançado, o Top Time tornou-se um favorito entre os entusiastas do automobilismo. Como um dos primeiros cronógrafos procurados tanto por homens como por mulheres, os seus designs gráficos arrojados dominaram as revistas mas também os ecrãs (James Bond usou um em Thunderball de 1965). Esse espirito é hoje mantido pela Breitling através de parcerias com alguns dos nomes mais respeitados do automobilismo como a Deus Ex Machina e a Triumph Motorcycles, no caso das motos, Ford Thunderbird e Mustang, Chevrolet Corvette e Shelby Cobra para os carros.


Top Time Ford Thunderbird @ Breitling

A coleção de carros clássicos da linha Top Time inclui agora o Ford Thunderbird com uma pulseira vermelha e um mostrador branco que destaca o logotipo azul-petróleo do Thunderbird e os ponteiros do cronógrafo vermelhos. Os quatro relógios agora lançados apresentam as cores e os emblemas dos carros desportivos dos anos 1950 e 1960, e contam agora com uma mecânica actualizada: o Breitling Manufacture Calibre 01.


Verso do Top Time Ford Thunderbird com o calibre B01 @ Breitling


Este movimento, cuja mecânica é visível através do fundo da caixa em cristal de safira, garante uma reserva de marcha de aproximadamente 70 horas e uma garantia de 5 anos. Lançado pela primeira vez em 2009, o Calibre Breitling 01 é movimento de cronógrafo bastante reconhecido na indústria, tendo sido projetado para uma máxima precisão, fiabilidade e funcionalidade. Tal como acontece com todos os calibres mecânicos da Breitling, cada um obteve a tradicional certificação COSC. E como movimento de manufactura, o B01 teve também de passar por uma série de testes internos de choque, carga e pressão. Para integrar o calibre, a caixa Top Time foi revista e alcança agora uma resistência à água de 100 m (10 bar).



Colecção Top Time @ Breitling


Os elementos de design destacam a pulseira de corrida de couro perfurada, a escala do taquímetro de medição de velocidade e os submostradores "squircle" contrastantes (nem totalmente quadrados, nem totalmente redondos) que evocam os instrumentos vintage dos tabliers. E, tal como o seu antecessor dos anos 1960, a caixa de aço inoxidável de 41 mm do Top Time apresenta um diâmetro confortável.


Os carros da colecção Top Time


Ford Thunderbird

O Ford Thunderbird foi apresentado em 1954 no primeiro salão automóvel de Detroit do pós-guerra. Foi apresentado como um cabriolet fácil de conduzir e que se destacou pelo seu design luxuoso, construção sólida e dramática barbatana traseira. As duas primeiras gerações continuam a ser os modelos mais colecionáveis, apelidadas de “Classic Bird” (1955–1957) para os primeiros carros de dois lugares e “Square Bird” (1958–1960) para as iterações posteriores de quatro lugares.




Ford Mustang


A primeira geração do Ford Mustang, produzida de 1964 a 1974, era compacta e elegante. Com alguns modelos adequados a famílias e outros ideais para desportistas amantes da velocidade, tornou-se o carro preferido para usufruir das estradas americanas durante a década de 1960. O modelo foi protagonista em alguns dos filmes mais populares da época. Uma lenda viva, que se mantém ainda em produção.




Chevrolet Corvette


A segunda geração do Chevrolet Corvette, produzida entre 1963 e 1967, é a versão mais procurada da lenda americana. O “Sting Ray”, como era conhecido, foi inspirado num protótipo de modelo de corrida de 1959. por 60 anos. Ao longo de 60 anos, o modelo capturou a imaginação dos automobilistas em todo o mundo com a sua combinação perfeita de uma carroceria de baixo perfil com um motor potente que tinha um excelente desempenho tanto na estrada como na pista. O modelo continua a ser um clássico até ao dias de hoje.



Shelby Cobra


No início dos anos 1960, o vencedor de Le Mans, Carrol Shelby, imaginou um carro que combinasse o design britânico com a engenharia americana usada em pista. O resultado foi o Shelby Cobra, um carro desportivo que combinava engenhosamente um chassi pequeno e leve com um motor forte e fiável. Quando foi lançado em 1962, o Cobra obteve um sucesso instantâneo e tornou-se no único carro desportivo americano a vencer a série de corridas do Campeonato Mundial de Fabricantes da FIA na Europa.



Para mais informações visite o sitio da Breitling aqui.

45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page