top of page

Hervé Schlüchter

Hervé Schlüchter, nasceu em Jura que fica na parte ocidental da suíça, junto à fronteira com a França. Frequentou a escola de relojoaria em Porrentury e passou grande parte da sua carreia, entre 2000 e 2016, a trabalhar para a marca Bovet, tornando-se director da Dimier.

Hervé Schlüchter

Em 2016 foi o ponto de viragem, o falecimento do seu pai e o nascimento do seu primeiro filho, foi quando decidiu mudar a sua vida e tornar-se independente e ter o seu próprio atelier. Mas antes de avançar Hervé precisava de aprender mais sobre relojoaria clássica, acabamento e decoração com Philippe Dufour.


Este foi um grande momento emocionante e percebi que queria mudar minha vida e livrar-me da grande pressão do dia a dia.

Após um encontro no atelier de Dufour em Vallée de Joux, proporcionado por um amigo em comum, Philippe aceitou partilhar com Hervé alguns segredos que o tornou um das principais figuras do mundo da relojoaria actual.

Ele tem um estilo pessoal muito peculiar ao desempenhar as tarefas de relojoaria. Não é como uma cópia de um velho relógio suíço; é realmente algo novo e para a relojoaria em geral, disse Dufuor.

Aos 44 anos, Hervé torna-se finalmente independente e abre o seu atelier em Bienne.

Como um filosofia ligeiramente diferente dos seus vizinhos maiores e mais automatizados, Hervé procura a perfeição artesanal nos seus relógios que, por vezes, são fabricados com o a ajuda de máquinas centenárias. Tudo isto acontece num prédio de 50 metros quadrados em Vila Renfer.

Atelier em Villa Renfer
Agora, faço relógios seguindo um respeito pela história, no meu próprio estúdio, finalmente estou a viver meu sonho”, disse Schlüchter

Schlüchter e a sua equipa, composta por um funcionário a tempo inteiro, e um estagiário criaram o primeiro relógio da sua marca. O conceito da marca está relacionado com a "Árvore da Vida". Este primeiro modelo apelidado de L'Essentiel, tem uma caixa de 39mm, com um disco de 24 horas, e indicação de dia e de noite. No seu interior ostenta o calibre HS-02. Este movimento demorou 11 meses para ser feito e possui 235 componentes que a grande maioria são fabricados e acabados no seu atelier.

Há quem diga que Hervé já está ao lado de Philippe Dufour e Kari Voutilainen.

A primeira peça é L'Essentiel, tem um diâmetro de 39mm e um disco de 24 horas. Serão fabricados 25 relógios L'Essentiel em aço, ao preço de 78.000CHF.

O mais incrível é que todos os 25 L'Essentiel já foram vendidos, com os compradores a adiantarem, pelo menos, metade do valor. É um sistema que a indústria chama de "souscription", ou assinatura, que foi utilizada, no século XVII, por Abraham-Louis Breguet. Seguir-se-á uma versão em ouro, também limitada a 25 unidades.


Espera-se agora que, em 2024, seja lançado o relógio "Pai", L'Essentiel tourbillon de 41mm em aço a custar 184.000CHF. A indicação dos segundos será combinada com um turbilhão e com reserva de marcha às 09h.


Em 2026, será lançado o "Avô", L'Existence em aço, por 345.000CHF.

Schlüchter solicitou uma patente para sua complicação, Quantieme de Vie, que consiste num grande ponteiro na parte de trás do relógio, que dá um pequeno salto por ano em qualquer data desejada num círculo completo em 100 anos. O relógio também apresenta 13 complicações tradicionais, incluindo um calendário perpétuo; uma fase da lua de precisão; um calendário de equinócio; um zodíaco sideral, baseado na posição do Sol em relação às constelações; e horários do nascer e do pôr do Sol para um determinado local.

Ficamos aguardar ansiosamente por esta obra de arte que se avizinha.


51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글

별점 5점 중 0점을 주었습니다.
등록된 평점 없음

평점 추가
bottom of page