top of page

Rare Watches da Christies Geneva irá incluir Rolex feitos especialmente para o Sultão de Omã


Rare Watches Geneva | 13 de maio de 2023 | 159 lotes | estimativa baixa CHF 16,9 milhões


Após o sucesso dos leilões da Christie's em Genebra em novembro de 2022, e que totalizaram CHF 55.548.348 com taxas de venda de 100% e 99,11%, a Christie's passa agora ao leilão Rare Watches a 13 de maio, onde irá incluir uma seleção marcante de peças da Rolex, Patek Philippe, F.P.Journe e Cartier, entre outros.


Particularmente no que se refere à Rolex, a Christie's Geneva destaca uma rara seção 'Omã' com 7 modelos antigos e modernos, propriedade de diversos proprietários, e cada um feito a pedido por parte de Sua Majestade o Sultão Qaboos Bin Said Al Said (1940-2020), sultão de Omã. Estas peças incluem o Sea-Dweller Ref. 1665, e os Daytona Ref. 6263, ref. 6265 e ref. 6269. É bastante fora do comum que tantos modelos “Omã” com o emblema Khanjar ou a assinatura do próprio sultão sejam disponibilizados num só leilão, e cada um em condições quase perfeitas.


Lote 28 - Rolex Sea-Dweller Ref. 1665 ‘Qaboos’ @ Christie's


Lote 28 - Rolex Sea-Dweller Ref. 1665, com mostrador ‘Qaboos’, feito para o Sultão de Omã. Por volta de 1973. Este relógio de pulso extremamente raro, é provavelmente o melhor exemplar já oferecido em leilão, destacando-se o estado de conservação com os ângulos, acabamentos e inscrições da caixa bem definidos, até à luneta intocada e naturalmente envelhecida. O mostrador apresenta a assinatura vermelho brilhante de Sua Majestade Qaboos Bin Said, combinada com índices de trítio que desenvolveram uma intensa patina cor de areia. Um dos aspectos mais interessantes dos Rolex feitos para o sultão de Omã durante a década de 1970 é que os mostradores foram especialmente projetados apenas para os modelos de Omã; por exemplo, as inscrições características para classificação de profundidade e 'Superlative Chronometer Officially Certified' segundo o padrão habitual dos Sea-Dweller 1665 deste período, foram removidas para destacar a assinatura Qaboos a vermelho.

(Est.: CHF 200.000-300.000)


Lote 29 - Rolex Daytona Ref. 6263, feito para o sultão de Omã @ Christie's

Lote 29 - Rolex Daytona Ref. 6263, feito para o sultão de Omã. Cerca de 1974. Um de apenas quatro exemplares conhecidos deste tipo, esta Ref. 6263 Cosmograph em aço inoxidável, vendida pela Asprey, não só inclui a assinatura do Sultão de Omã a vermelho no mostrador, como também apresenta uma caixa com o número de série gravado no interior e um fundo de caixa gravado com a assinatura da Asprey. Fabricado em 1974, trata-se de um exemplar presenteado pelo próprio Sultão, o que é bastante valorizado pelos seus proprietários e, por isso, raramente usado.

(Est.: CHF 600.000-1.200.000)


Lote 30 - Rolex Daytona Ref. 6265 Qaboos @ Christie's


Lote 30 - Rolex Daytona Ref. 6265, feito para o Sultão de Omã. Por volta de 1978. Esta referência em ouro de 18k. 6265 feito para o sultão Qaboos Bin Said de Omã, está em excelentes condições gerais e ainda mantém o adesivo original no fundo da caixa; o modelo vem acompanhado com uma caixa de camurça vermelha Asprey Geneva e que acrescem um par de canetas Caran d’Ache bespoke, também gravadas com o emblema Omani Khanjar. É sabido que durante o período em que este conjunto extraordinário foi feito, todos os relógios criados para o Sultão de Omã foram vendidos através da firma londrina Asprey em New Bond Street. O que é menos conhecido é que, a partir de meados da década de 1970, a Asprey manteve um showroom em Genebra, no nº 40 da Rue du Rhone, inaugurado após o fim da crise do petróleo de 1973, quando o poder de compra dos clientes da Asprey no Oriente Médio que visitavam Genebra cresceu exponencialmente. O atual Rolex Cosmograph é um dos poucos relógios conhecidos por ter sido fornecido ao Sultão de Omã pela Asprey em Genebra.

(Est.: CHF 250.000-450.000)


Lote 31 - Rolex Daytona "Jack of Diamonds Ref. 6269 Qaboos @ Christie's


Lote 31 - Rolex Daytona 'Jack of Diamonds', o mais antigo modelo conhecido da Ref. 6269, feito para o Sultanato de Omã. Por volta de 1985. Disponibilizado por um colecionador particular, o modelo sintetiza a condição quase perfeita que todos esperam encontrar num Rolex vintage. Inspirado no Cosmograph em ouro é um dos dois únicos exemplos conhecidos da Ref. 6269 vendido ao Sultão de Omã. O outro exemplar conhecido, com o fundo de caixa gravado com o Khanjar, foi vendido pela Antiquorum Geneva a 12 de maio de 2013 (lote 518). O luxuoso conjunto de diamantes da Ref. 6269, o chamado ‘Valete de Ouros’, é um dos modelos mais difíceis de encontrar entre todos os Cosmograph de ouro. Com o fundo da caixa gravado com o emblema Khanjar de Omã, trata-se de uma peça de colecionador.

(Est.: CHF 800.000-1.400.000)



Sultão Qaboos Bin Said Al Said (1940-2020), o Sultão de Omã


Sultan Qaboos bin Said Al Said @ AP


Nascido a 18 de novembro de 1940, em Salalah, Dhofar, Sua Majestade era o único filho do sultão Said bin Taimur e da princesa Mazoon al-Mashani. A sua educação formal decorreu pela primeira vez em Salalah, na Índia, onde estudou com Dhayal Sharma, o ex-presidente da Índia, e posteriormente em Inglaterra. Aos 20 anos, começa o serviço militar, ingressando na Royal Military Academy em Sandhurst, tendo eventualmente servido nos “rifles” escoceses durante um ano na Alemanha. Ascendeu ao trono a 23 de julho de 1970. Para além do seu entusiasmo por relógios, os interesses do sultão também incluíam música, sendo um ávido fã de música clássica.


Para visualizar o catálogo do leilão Rare Watches Geneva da Christies, clique aqui.

47 visualizações0 comentário
bottom of page