top of page

Zenith Calibre 135-O: Uma peça única por uma Causa Nobre

A semana de leilões de Genebra arrancou verdadeiramente este sábado, dia 5 de novembro, com a primeira sessão do Phillips Geneva Watch Auction: XVI. Um leilão que integrou uma peça muito especial. Um exemplar único de um Zenith com Calibre 135-O criado em colaboração com a Phillips Bacs & Russo e o relojoeiro Kari Voutilainen. Após uma acesa disputa, a peça foi arrematada por CHF 315,000 tendo a receitas da venda desta peça excepcional revertido na íntegra para a fundação Susan G. Komen® que dedica a sua acção à luta contra o cancro.


imagem @ Zenith

A edição limitada de 10 exemplares ZENITH X Voutilainen X Phillips Calibre 135-O em platina, apresentada no verão passado, teve um impacto significativo na comunidade. Tratou-se da primeira vez que a ZENITH disponibilizou o seu movimento mais premiado da era de ouro das competições de cronometria. A Manufatura e o departamento responsável pelo “Heritage” confiaram ao relojoeiro Kari Voutilainen a tarefa de restaurar um lote de movimentos Calibre 135-O e de os decorar à mão. O 11º relógio a incluir um destes movimentos foi também o único exemplar a combinar uma caixa em nióbio, um mostrador com gravação guilloché em tom salmão e um movimento com uma tonalidade ouro rosa.


O leilão desta peça singular, realizado pela Phillips, assinalou o último evento de um mês em que a Zenith tem apoiado ativamente a causa da Prevenção do Cancro da Mama. O leilão seguiu-se ao lançamento da edição Chronomaster Original Pink, sendo que parte da receita da venda reverteu para a fundação Susan G. Komen® e o evento MEET THE DREAMHERS realizado em Singapura, que consolidou o compromisso da Manufatura para com a luta contra o cancro e o apoio a uma das principais fundações mundiais.


imagem @ Zenith


O movimento utilizado nesta peça única pertence à série de vitórias obtidas entre 1950 e 1954, em que o Calibre 135-O venceu a competição de cronometria do observatório de Neuchâtel 5 anos seguidos, um feito inédito e que ficou por igualar. O calibre foi reconhecido com um prémio de 1.ª categoria e regulado pelo célebre chronométrier da Zenith René Gygax, que trabalhou com Charles Fleck durante vários anos e consolidou a reputação da Zenith neste campo.


A Peça Única Calibre 135 Observatoire é um relógio singular com um legado ímpar que se inspira em várias referências da década de 1950, combinando os detalhes mais emblemáticos com apontamentos contemporâneos. A caixa redonda de 38 mm é fabricada em nióbio, um metal utilizado pela primeira vez pela Zenith, e inclui asas afuniladas assim como uma coroa estriada de grandes dimensões decorada com o logotipo actual da Zenith com a estrela.


imagem @ Zenith


Por baixo do vidro de safira da caixa, o mostrador salmão ligeiramente abaulado em prata, criado e executado no atelier Comblémine de Kari Voutilainen, apresenta uma gravação guilhoché com padrão de escamas de peixe. O contador de segundos de grandes dimensões às 6 horas apresenta o número de série do movimento inscrito, numa homenagem aos cronómetros de observatório do passado. O mostrador inclui ainda a inscrição "Neuchâtel" no fundo, bem como Zenith, Kari Voutilainen e o Observatório histórico onde o Calibre 135-O competiu e venceu na era dourada das competições de cronometria, todas decorridas no Cantão de Neuchâtel.


Pela primeira vez, este movimento de cronómetro de observatório é visível através do fundo da caixa. Esta peça única do Calibre 135 Observatoire apresenta-se numa caixa em madeira de nogueira com fechos em latão, inspirada nos estojos em que eram transportados os calibres das competições de cronometria entre a Manufatura da Zenith e o Observatório de Neuchâtel. No interior, inclui um estojo em pele em forma de livro com o relógio e a histórica caixa de transporte em madeira do movimento original. Ao contrário das versões comerciais do Calibre 135, a variante 135-O destinou-se apenas à competição e nunca foi incluída num relógio de bolso ou de pulso.



imagem @ Zenith

ZENITH CALIBRE 135 peça única

Referência: 13.1350.135/35.C100


Caixa de nióbio única, mostrador com gravação guilloché salmão e movimento com tonalidade 5N

Colaboração única com o relojoeiro Kari Voutilainen

Movimento: Calibre 135, Corda Manual

Frequência: 18 000 ApH (2,5 Hz)

Reserva de marcha: aprox. 40 horas

Indicações: horas e minutos ao centro. Ponteiro pequeno dos segundos às 6 horas

Acabamentos: decoração e acabamento à mão no movimento

Material: nióbio

Estanqueidade: 3 ATM

Caixa: 38 mm

Mostrador: em prata com acabamento salmão mate. Marcadores com ponto e índices aplicados

Índices das horas: prata alemã facetada e revestida a ruténio

Ponteiros: ponteiros em ouro facetados e revestidos a ruténio

Bracelete e fivela: pele de bezerro preta com fivela com pino em titânio

Espessura: 10,35 mm

Asa a asa: 46,50 mm

Largura da asa: 19 mm

92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page