top of page

Um Omega Frankenstein 3,2M€ depois e o princípio do Observador de Heisenberg


Omega Speedmaster tropical ref. 2915-1 "Broad Arrow"

Um Omega Speedmaster vintage vendido por valor record em leilão é actualmente objecto de uma investigação sobre alegadas actividades criminosas, por parte de três antigos funcionários da Omega. O relógio, um Omega Speedmaster tropical ref. 2915-1 "Broad Arrow", fez originalmente manchetes quando foi vendido por um recorde de 3.2 milhões de euros na Phillips em Novembro de 2021.


As notícias começaram em Abril, quando José Pereztroika (Perezcope) publicou as suas descobertas relacionadas com o Speedmaster tropical. Mas a 1 de Junho, um relatório do jornal de Zurique Neue Zürcher Zeitung (NZZ) detalhou uma série de eventos criminosos que resultaram no aparecimento em leilão de um relógio "Frankstein", feito de peças díspares de vários Speedmasters antigos. A Omega afirmou que o relógio foi objecto de um esforço criminoso organizado por um grupo de conspiradores, incluindo três antigos funcionários, entre os quais o antigo director do Museu Omega e do Património da Marca. Em declarações separadas, tanto a Phillips como a Omega afirmaram que foram vítimas conjuntas de actividades criminosas organizadas. De seguida apresentamos a declaração oficial da Omega, traduzida para português pelo IPR.



DECLARAÇÃO DA OMEGA


A OMEGA e a Phillips foram vítimas conjuntas de uma actividade criminosa organizada que envolveu a venda deste relógio específico em leilão.


No leilão, organizado pela Phillips, o Director do Museu OMEGA e do Património da Marca trabalhou em conjunto com intermediários para comprar o relógio para o Museu OMEGA, argumentando que se tratava de um relógio raro e excepcional que seria absolutamente indispensável para as colecções de exposição da OMEGA e que, por isso, deveria ser comprado neste leilão a todo o custo.


De facto, o relógio é uma montagem de componentes OMEGA maioritariamente autênticos, vulgarmente designada por relógio "Frankenstein". Este relógio é actualmente uma peça-chave na investigação em curso que deve também trazer à luz o vendedor do relógio.


O seu falso legado permitiu aos especuladores justificar uma oferta altamente inflacionada feita através dos intermediários, o que permitiu aos envolvidos recolher e distribuir os lucros gerados pela venda.


Actualmente, há três ex-funcionários (entre os quais o ex-Chefe do Museu e Património da Marca OMEGA) que admitiram os acontecimentos quando confrontados durante uma investigação interna da OMEGA, que está activa e em curso. A OMEGA está a apresentar acusações formais contra todos os envolvidos.





CRONOLOGIA DOS ACONTECIMENTOS


Para compreender melhor os acontecimentos apresentamos as principais notícias lançadas sobre o assunto.


9 de Abril - Perezcope
Comparação entre 2018 e 2021
Comparação doOmega Speedmaster tropical ref. 2915-1 "Broad Arrow" entre 2018 e 2021

«Em Novembro de 2021, um antigo Omega Speedmaster Ref. 2915-1 'Broad Arrow', com um deslumbrante mostrador tropical, tornou-se supersónico num leilão da Phillips em Genebra, atingindo uma força G de distorção facial de CHF 3.115.500, incluindo o prémio do comprador. Um recorde absoluto para um Omega. O Speedmaster anterior, que tinha batido o recorde, tinha "apenas" alcançado CHF 408 500. Tal como acontece com muitos dos lotes multimilionários arrematados pelo leiloeiro de topo Aurel Bacs, o relógio é uma montagem, um relógio Frankenstein que não saiu assim da fábrica da Omega. Pouco depois do leilão, o pára-quedas de ruptura foi rapidamente accionado depois de surgirem fotografias do relógio nos círculos Omega, mostrando-o com lume esverdeado, ponteiros diferentes, luneta diferente e um movimento muito posterior. As pessoas conhecedoras ficaram assustadas, pois corriam rumores de que os indivíduos envolvidos eram supostamente membros de um clã cigano potencialmente violento. Um caso ideal para o Perezcope, diria eu.

(...)

Embora pareça que o sistema criminal procurará fazer justiça a este conjunto de actores, talvez esta série de acontecimentos chame a atenção para as vulnerabilidades das actuais estruturas e instituições em vigor e talvez traga alguma transparência necessária ao mundo dos relógios antigos e dos leilões de relógios.»



A 1 de Junho, um relatório do jornal de Zurique Neue Zürcher Zeitung (NZZ) detalhou uma série de eventos criminosos que resultaram no aparecimento em leilão de um relógio "Frankstein" feito de peças díspares de vários Speedmasters antigos. A Omega afirmou que o relógio foi objecto de um esforço criminoso organizado por um grupo de conspiradores, incluindo três antigos funcionários, entre os quais o antigo director do Museu Omega e do Património da Marca. Em declarações separadas, tanto a Phillips como a Omega afirmaram que foram vítimas conjuntas de actividades criminosas organizadas.



7 de Junho - Bloomberg

«O fabricante suíço de relógios Omega alegou que três antigos empregados estavam envolvidos numa conspiração criminosa que resultou na venda de um Speedmaster falso em leilão por mais de 3 milhões de dólares.»



8 de Junho - Fratello Watches

«Já deve ter visto a notícia sobre o Frankenstein Speedmaster CK2915 que foi arrematado por 3,3 milhões de dólares americanos. Era, supostamente, um Omega Speedmaster de primeira geração, totalmente autêntico, em condições impecáveis, com um mostrador tropical. Foi o valor mais elevado de sempre, pois era o destino da Omega tê-lo para o museu da marca em Biel, na Suíça. Ou assim parecia...»



8 de Junho - SJX

«No início desta semana, os principais jornais suíço-alemães Neue Zürcher Zeitung (NZZ) publicaram um longo artigo sobre a possível fraude por detrás da venda recorde de um Omega Speedmaster ref. 2915-1 na Phillips em 2021.


Misterioso na altura, o resultado de 3,12 milhões de francos suíços foi um número enorme que excedeu em muito os recordes anteriores para esse Speedmaster em particular. Como o NZZ revelou na sua história, o Speedmaster em questão era um relógio "Franken" montado a partir de componentes vintage variados - e algumas peças falsas - e foi comprado pela própria Omega, a conselho do seu então director do museu.


As alegações são de que o então director do museu estava em conluio com o vendedor do relógio. A Omega recorreu à polícia e também divulgou um comunicado, referindo, em parte, que "a Omega e a Phillips foram vítimas conjuntas de uma actividade criminosa organizada que envolveu a venda deste relógio específico em leilão".»



9 de Junho - Hodinkee (retalhista da Omega)

«(...) A explicação simples para as alegadas acções dos envolvidos é que demasiado dinheiro e poder foram colocados nas mãos de muito poucos indivíduos, sem qualquer supervisão real ou obrigação de transparência. Resta saber se houve outras circunstâncias em jogo, mas seja qual for o caso, estes alegados maus actores foram capazes de explorar esta situação em seu próprio benefício. Embora pareça que o sistema criminal procurará fazer justiça a este conjunto de actores, talvez esta série de acontecimentos chame a atenção para as vulnerabilidades das actuais estruturas e instituições em vigor e talvez traga alguma transparência necessária ao mundo dos relógios antigos e dos leilões de relógios.»




DESCRIÇÃO DO LOTE 53 DA PHILLIPS


Apresentamos aqui a descrição original do lote 53 da Philipps: Omega Speedmaster tropical ref. 2915-1 "Broad Arrow".


Ref. 2915-1 An early and important stainless steel chronograph wristwatch with Broad Arrow hands and chocolate brown "tropical" dial

1957

38mm Diameter Case, dial, movement and buckle signed

Estimate CHF80,000 - 120,000 €74,800-112,000 $87,100-131,000

SOLD FOR CHF3,115,500





A NOSSA OBSERVAÇÃO DOS ACONTECIMENTOS


Com o aumento constante dos valores dos relógios antigos em leilão, este torna-se um mundo cada vez mais tentador para golpes e burlas. Neste cenário mais agressivo do que nunca, as marcas, e os seus representantes, são obrigados a melhorar a sua comunicação, que deve ser transparente eficaz, e claro, sempre com o melhor timming possível.


Com a acção contundente de Perezcope sobre a autenticidade dos relógios leiloados, as casas de leilões enfrentam uma ameaça enorme à sua credibilidade. Esta ameaça pode resultar numa redução drástica do volume de negócios ou, na verdade, numa exposição mediática desvantajosa a curto prazo mas muito vantajosa a longo prazo.


Após a enorme exposição deste caso, muito provavelmente os clientes das casas de leilões vão passar a sentir mais insegurança o que os pode refrear de participar em futuros leilões. No entanto, a concentração das atenções na actividade destas casas leiloeiras pode trazer-lhes a exposição necessária a um aumento de clientes. Estes são dois possíveis futuros para uma situação difícil de prever.


Todos temos a ideia clara que a mera observação de um acontecimento não o altera. Pois bem, os físicos, e provavelmente Perezcope, discordam.



O SURPREENDENTE PRINCÍPIO DO OBSERVADOR DE HEISENBERG


Heisenberg por Tia Ghose, redatora da equipa do LiveScience

O princípio do observador de Heisenberg é uma teoria da física quântica que afirma que a simples observação de uma partícula subatómica pode afectar sua posição e velocidade, tornando impossível medir ambas as propriedades com precisão ao mesmo tempo. Por outras palavras, quanto mais precisamente a posição de uma partícula é medida, menos precisamente sua velocidade pode ser medida e vice-versa. Este princípio é uma das bases da incerteza quântica e tem implicações profundas na compreensão da natureza da realidade física.


José Pereztroika - Perezcope

Tal como acontece neste princípio de Heisenberg a observação de um fenómeno mediático altera-o. Perezcope merece um grande aumento de crédito por ter observado este Omega tropical, tal como pelo exaustivo trabalho que tem vindo a desenvolver na avaliação de alguns relógios leiloados, ao longo dos últimos anos. Este é um bom exemplo de quando uma observação altera um fenómeno. Os leilões de relógios têm muito para observar actualmente, todos somos observadores e todos temos a capacidade de modificar os acontecimentos, simplesmente por os observarmos.




A SUA OBSERVAÇÃO


Tem uma observação a fazer sobre esta notícia, deixe o seu comentário na caixa abaixo, todas as contribuições são bem-vindas.

235 visualizações4 comentários
bottom of page