top of page

O ressurgimento da relojoaria americana: J.N. Shapiro Resurgence


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

Grande parte dos conteúdos escritos sobre relojoaria são americanos, o lamento pela ausência de uma indústria relojoeira americana é constante. Neste contexto a J.N. Shapiro Resurgence surge como a maior esperança para o regresso da construção de relógios em solo americano. Certamente vamos ouvir falar muito desta marca nos próximos tempos, tal como de Josh Shapiro.




J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

A Hamilton Watch Company foi em tempos a pérola da relojoaria Americana, fechou as portas há quase 60 anos. Este foi o fim da indústria relojoeira americana, muito importante na sua altura, especialmente pela automatização dos processo de fabrico. Josh Shapiro é um conhecido Guillocheur, os seus trabalhos podem ser vistos tanto em peças de relojoaria como de joalharia. Neste momento este é o protagonista do ressurgimento da relojoaria americana. Todas as fontes de informação o anunciam desta forma. Não se trata da construção de novas fábricas de relojoaria ou se quer de uma rede de fornecedores de componentes de relojoaria. Estes movimentos já tiveram o seu tempo e dificilmente regressarão. Trata-se do aparecimento de uma marca de relojoaria independente, a J.N. Shapiro Resurgence, que afirma fazer um relógio praticamente todo construído em solo americano.



CORDA OU MOLA REAL


Começamos pelo mais difícil: a mola real do Resurgence, que é suíça. De acordo com as regras da FTC (Federal Trade Commission), um brinquedo pode ser fabricado na América, mas usar baterias japonesas e ainda assim ser qualificado como sendo americano. É assim que Shapiro explica a mola real, que diz ser uma fonte de energia descartável da mesma forma que, tal como uma pilha, pode ser substituída na assistência técnica, se necessário. Em que é que este debate se baseia? Percentagens e peças, principalmente. Ao contrário do "Swiss Made", que só precisa que 60% das peças sejam fabricadas na Suíça, ou do "Made in Germany", que também não é particularmente restritivo, a FTC é mais restritiva. Diz que qualquer produto que se afirme ser de fabrico americano tem de ser "todo ou praticamente todo" fabricado nos EUA, e "o produto não deve conter qualquer conteúdo estrangeiro - ou deve ser insignificante".


ESPIRAL


Segundo Mark Kauzlarich da Hondinkee: «Shapiro contou-me que, durante a fase de protótipo, ele e a sua equipa compraram molas planas à Precision Engineering na Suíça, enrolaram-nas e vibraram-nas na sua própria oficina. Também tiveram de utilizar rubis (bem como vidros e anilhas, que ainda não estão disponíveis nos Estados Unidos) de fontes externas. Mas Shapiro acabou por encontrar uma empresa americana que fabricava rolamentos com rubis para outras indústrias e conseguiu que fabricassem rubis para relógios pela primeira vez em décadas. Também encontraram um fornecedor de espirais nos Estados Unidos e compraram uns impressionantes 28.000 pés ou 5,3 milhas, o suficiente para fazer 100.000 molas de cabelo. Mas era o que era necessário para fazer o trabalho e o plano é ter estas alterações em vigor para os modelos de produção. »


ACABAMENTO DAS PONTES


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

Independentemente da configuração que o cliente escolha para o seu relógio, as pontes são feitas de prata alemã, também conhecida como maillechort. A platina é acabada com perlage, enquanto as pontes são decoradas de forma atraente com damaskeening, um estilo distintamente americano de acabamento com padrões que foi popularizado pelos relojoeiros americanos do século XIX que a J.N. Shapiro está a homenagear com o Resurgence.


"Também nos empenhámos ao máximo na anglage, dando especial ênfase aos ângulos internos. As rodas do movimento são em ouro de 14 quilates, o que é especial, e os raios são arredondados, não planos, o que é muito difícil de fazer"

Josh Shapiro



MOSTRADOR


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

É apropriado que o design tenha começado com o mostrador do J.N. Shapiro Resurgence. Afinal, essa é uma das coisas pelas quais Shapiro é mais conhecido. A equipa investiu bastante no equipamento necessário para fabricar um relógio como o Resurgence, tal como o seu próprio tempo na realização de alguns dos melhores trabalhos de torneamento em relojoaria. Os mostradores são camadas finas empilhadas com uma variedade de padrões disponíveis para personalização. Existem várias opções para mostradores de cores diferentes, ponteiros em 3D em forma de pá e uma escolha de números romanos, árabes, árabes orientais ou hebraicos para os marcadores. É um processo personalizado com a muita atenção aos pormenores.



"Quando comecei a dedicar-me à relojoaria, este era o meu sonho - fazer um relógio, e tudo o que ele contém, a partir do zero. Fizemos 148 dos 180 componentes do J.N. Shapiro Resurgence".

Josh Shapiro


CAIXA


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

Este movimento está alojado numa caixa de 38 mm por 8,7 mm. A caixa está disponível numa variedade de metais e cores de mostradores torneados para combinar ou contrastar. As asas também são personalizáveis, o que significa que um cliente pode ter uma caixa de dois tons com metal contrastante para a caixa intermédia torneada. No que diz respeito ao preço, a caixa em ouro rosa com um mostrador em zircónio branco prateado fosco ou cinzento escuro começa em 85 000 dólares. Uma caixa em paládio 18k em ouro branco e detalhes com mostrador em prata fosca ou uma caixa em tântalo com detalhes em ouro branco e mostrador azul-marinho custam 80 000 dólares. Para uma caixa de aço com números azulados e mostrador em prata fosca ou uma caixa e mostrador em zircónio escuro com detalhes em roxo, o cliente pagará 70 000 dólares.



ANGLAGE E ÂNGULOS INTERNOS


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

Há dois relojoeiros na equipa que fazem anglage, um dos quais tem formação em gravura. Para adquirir as competências necessárias para realizar internamente os ângulos internos, a equipa fez uma formação com Nathalie Jean-Louis, uma especialista suíça em decoração de movimentos que passou seis anos na Greubel Forsey e que agora dirige a sua própria oficina de acabamentos, que também oferece formação. Até as rodas recebem um grau invulgar de acabamento manual, com raios totalmente arredondados. Os raios das rodas são cortados numa máquina CNC, mas a forma final arredondada só pode ser obtida com um tedioso polimento manual.


É evidente que a equipa tem muito orgulho no seu trabalho: os movimentos estão todos assinados com "ARTGS", que é a primeira letra do apelido de cada um dos cinco relojoeiros a tempo inteiro que trabalham no Resurgence.


MOVIMENTO


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

Mas, sem dúvida, a maior actualização é o movimento, que agora é fabricado na Califórnia. A Série Infinity baseava-se no UWD 33.1, um movimento topo de gama fabricado pela Uhren Werke Dresden. Embora o UWD 33.1 seja um excelente movimento, a visão de Joshua foi sempre a de criar o seu próprio calibre, de fabrico americano. Isto exigiu um grande investimento em equipamento e tempo para produzir peças como o escape, os carretes e os pivôs.


De acordo com Joshua, a parte mais difícil de fazer um movimento de raiz foi aprender a fazer "todas as pequenas peças de aço que não se conseguem ver através do fundo da caixa". Uma vez que estes componentes são tão difíceis de fabricar e estão normalmente escondidos no interior do movimento, fabricá-los internamente não é uma opção comercialmente atractiva para a maioria dos relojoeiros. Por esta razão, a maioria dos relojoeiros independentes, e mesmo algumas marcas suíças históricas, subcontratam estes componentes a especialistas.


O controlo total do processo de fabrico dá à J.N. Shapiro a possibilidade de propor três disposições de ponte diferentes para o movimento. De um ponto de vista técnico, as três variações são idênticas, mas os coleccionadores têm a opção de escolher entre uma disposição tradicional com pontes de dedos, uma disposição curvilínea com uma grande ponte de comboio em forma de S ou uma disposição de inspiração cubista com pontes rectas.



PREÇO


J.N. Shapiro Resurgence
J.N. Shapiro Resurgence

Com um preço de 85 000 dólares em ouro e de 70 000 dólares em aço, o preço do Resurgence situa-se no topo do espectro dos relógios artesanais de alta gama. Este preço justifica-se em parte pela natureza personalizável do trabalho de guilhoché no mostrador e na caixa e pela dispendiosa mão-de-obra. Em média, cada Resurgence requer mais de 300 horas de relojoeiro para ser concluído.


Existe um enorme esforço para provar que este é um relógio honestamente americano, o que enaltece certamente o espírito patriótico de muitas almas. Numa terra onde a atenção dada à relojoaria é enorme, certamente que esta não será a última marca a ter como bandeira a produção relojoeira em território nacional. À parte do espírito patriótico americano, este é um relógio muito ousado, com uma honesta preocupação pelos mais ínfimos detalhes. Há um longo caminho por percorrer, e é ainda que o tempo faça a sua avaliação.



FICHA TÉCNICA:


Marca: J.N. Shapiro

Modelo: Resurgence


Diâmetro: 38mm

Espessura: 8.7mm

Material da caixa: Ouro rosa, ouro branco, aço, zircónio, tântalo ou qualquer combinação dos dois

Cor do mostrador: branco-prateado fosco, zircónio cinzento-escuro, azul-marinho ou zircónio escuro com detalhes em roxo

Marcadores: Numerais árabes, numerais romanos, numerais árabes orientais, numerais hebraico.

48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page