top of page

Omega | Esqueleto | 1950 | Prata

Atualizado: 25 de jul. de 2022

Série: GRANDES MARCAS


 

Por: Sílvio Pereira

 



- Relógio de Bolso tipo Lepine. Esqueletizado. Datado de 1950

- Funções: Horas e minutos

- Número de Série: 12115070

- Manufactura: Omega

- País - Suiça

- Calibre: Formato pontes clássicas esqueletizadas. S/ número

- Protecção do movimento: Guarda pó em Prata

- Tipo de Escape: Âncora Suiça

- Balanço: Bimetálico termo-compensado, com espiral Breguet

- Reserva de Marcha: 36 horas

- Frequência: 18000 A/h

- Rubis: 15

- Material da caixa: Prata 0,800

- Mostrador: Aço esquelitizado

- Pequenos segundos: Não tem

- Diâmetro da caixa: 48,4mm

- Espessura: 13,4mm

- Peso: 61,12g

- A mola real é accionada através de coroa às 12 horas.

- Ponteiros: Tipo Breguet. Accionados pela coroa

- Numerais: Arábicos para as horas. Indexes para os minutos.

- Vidro: Em óptimo estado.

- Numeração da tampa de caixa: 9204117


Apreciação geral - Relógio de uma das marcas mais importantes da relojoaria mundial, imaculado estado de conservação. Em perfeito estado de funcionamento.


Nota: Após intensa pesquisa, não foram encontrados indicios de que a Omega tenha fabricado relógios esquelitizados, pelo menos nesta época, o que leva a crer que este trabalho de esquelitização tenha sido feito posteriormente por artesão qualificado.


 

Outros exemplares da colecção


Omega |1923| Ouro



 

Omega |1945| Prata




 

Omega |1912| Prata



 

HISTÓRIA DA OMEGA



O início de tudo


Louis Brandt


Louis Brandt, aos 23 anos, decidiu abrir o seu próprio «Comptoir d'etablissage» em La Chaux-de-Fonds, na Suíça, em 1848.


Planta de La Chaux-de-Fonds em 1848


Rua de La Promenade, La Chaux-de-Fonds em 1848


«Comptoir d'etablissage» significa uma fábrica na qual as matérias-primas e os componentes do relógio são montados por um "etablisseur" num relógio. No início, viajou pessoalmente pela Europa para abastecer os clientes.


Louis-Paul Brandt em 1880


Cesar Brandt em 1880


Mais tarde esta tarefa foi assumida pelos seus filhos Louis e César e o nome da empresa foi alterado para Louis Brandt & Fils.


Rua de Boujean, Nº 119 em Bienne, primeira sede da Louis Brandt & Fils


Primeiro contrato de arrendamento do edifício da Rua de Boujean, Nº 119 em Bienne

Cidade de Bienne na actualidade também conhecida por Biel


Os filhos mudaram-se para Bienne em 1880 com a empresa, primeiro para o Nº 119 da Rua de Boujean e depois para o Nº 96 da rua Jacob-Stampfli, morada que se mantém até hoje.


1885 - Produção em série do primeiro calibre


Esta mudança deveu-se ao facto de em Bienne as ligações às vias de tráfego serem melhores e podiam utilizar gratuitamente a energia hidroeléctrica da cidade. Essa particuaridade era indispensável para a produção mecânica. Acabados de se instalar, decidiram produzir os próprios relógios com os seus próprios movimentos mecânicos. Este plano manteve-se e, em 1889, era já o maior fabricante Suíço de relógios.


Fábrica actual da Omega em Bienne


A criação do nome "Omega"



Cronómetro Vintage Omega Ref. 2367-4 de 1945. Símbolo da perfeição


Há quase cinco décadas que a empresa fabricava relógios com o nome Brandt, que se manteve até 1894, altura em que passou a chamar-se Omega. O novo nome - omega Ω, a última letra do alfabeto grego, é considerada uma metáfora para "perfeição". A precisão das fábricas Omega convenceu a Força Aérea Britânica e de seguida também o exército americano, de modo que a partir de 1917 os Omega tornaram-se os relógios oficiais da Primeira Guerra Mundial.


A Omega, com os seus cronómetros mecânicos, foi 93 vezes condecorada nas competições de precisão dos observatórios suíços de Neuenburg e Genebra. No concurso Chronometer em Kew Teddington (Inglaterra), a Omega conseguiu atingir 97,8 dos 100 pontos possíveis no ranking geral de 1936. Um resultado que ainda não foi superado até hoje.


O resultado desses sucessos é a série Omega Constellation, que foi classificada como número um nos testes de cronometria durante vários anos.


Relógios Omega: de pulso, desportivos, militares, piloto, marítimos, femininos, de mergulho


Omega Cronómetro Militar Vintage Ref. 2254 de 1935


Omega Vintage Railmaster Cal.284 Ref. CK2914 de 1957


Omega Vintage Ranchero Ref. 2990-1 de 1950


Após a morte dos diretores administrativos, a fábrica foi renomeada SA Louis Brandt & Frère, Omega Watch Co., e liderada pelos descendentes diretos. A tradicional empresa consegue trazer ao mercado relógios de pulso, desportivos, militares, de piloto, da marinha, de automóvel, femininos e complicações.


Em 1930, a Tissot e a Omega juntaram-se à SSIH (Société Suisse pour l'Industrie Horlogère), a primeira associação de relojoeiros suíços. Mais tarde, transformar-se-ia no Grupo Swatch, onde se manté até hoje.


Omega Marine de 1932


Em 1932, o relógio Omega Marine chegou ao mercado. Foi o primeiro relógio de mergulho suíço. O facto interessante, foi que as peças foram encaixadas umas nas outras. A Omega colocou a coroa na posição de 12 horas, de modo que ambas as partes da caixa pudessem ser pressionadas firmemente juntas para realimentar o relógio.


Omega - Cronometrista Oficial dos Jogos Olímpicos



Omega Olympia Broad Arrow Ref. 32130445201001


As primeiras Olimpíadas que a Omega cronometrou foi em 1932 em Los Angeles. Naquela época, era o único relojoeiro com capacidade para disponibilizar 30 cronógrafos fraccionados em 1/10 por segundo, que poderiam garantir a cronometragem desses jogos.


Nesta primeira aparição como cronometrista oficial dos Jogos Olímpicos, a Omega foi capaz de medir os resultados até ao décimo de segundo. Desde então, a Omega foi 25 vezes a Cronometrista Oficial dos Jogos Olímpicos. O cronometrista oficial não deve ser equiparado a um patrocinador, uma vez que é uma actividade muito cobiçada por várias marcas ao qual têm que se candidatar.


Também em 2016, a Omega participou dos Jogos Olímpicos do Rio. O equipamento que a Omega tinha para a medição exata do tempo na bagagem pesava cerca de 450 toneladas.


Omega Constellation e Cósmic



Omega Vintage Constellation Chronometer Ref. 168005


Omega Constellation Electroquartz Ref. 8345 de 1972


Omega Cosmic Fase da Lua. Ref. 2486 de 1951


Em 1951, a Omega apresentou o relógio de pulso masculino Cosmic. O calibre automático Omega 2601 atinge impressionantes 72 horas de reserva de marcha graças aos seus tambores gêmeos. A produção foi limitada a 1951 exemplares numerados individualmente. Um ano depois, o modelo Constellation é apresentado ao mercado como cronómetro automático e desde então desempenha um papel importante no programa da marca. O Constellation foi o modelo mais importante da Omega e é muito popular entre os colecionadores de relógios vintage.


Omega Speedmaster Professional "Primeiro relógio usado na Lua"



Omega Speedmaster Pré-Moon. Ref. 2915


Omega Speedmaster Pre-Moon "Lollipop" Ref. 2998-1 de 1960


Omega Speedmaster Professional Pre-Moon Tropic Dial Ref. 105.012 de 1964


O astronauta Buzz Aldrin usava um cronógrafo robusto no pulso quando pousou na lua de 1969, na época, chamado simplesmente de Speedmaster Professional. O Omega Speedmaster teve que suportar extensos procedimentos de teste (teste de impacto, aceleração, vibração e flutuações de temperatura entre -18 e +93 graus Celsius, aceleração de 16 vezes (g), pressão de 200 m de profundidade da água, antimagnetismo, sobrepressão, ruído) da NASA. O Omega Speedmaster Professional conseguiu passar à frente de centenas de outros modelos durante o teste da NASA e tornou-se o relógio oficial para todos os astronautas. Os concorrentes vieram de manufacturas famosas como Rolex e Longines. A Omega enviou o modelo Speedmaster (ST105.003 de 1964), a Rolex enviou o chamado modelo pré-Daytona, o cronógrafo Cosmograph (Ref. 6238) com o movimento Valjoux 72. Entretanto, existem inúmeras versões do cronógrafo. Os relógios Omega estiveram presentes em 118 missões espaciais e 6 aterragens na lua. Acompanharam um total de 9 voos espaciais.


Inovações Omega


Até 2007 a Omega utilizava calibres ETA nos seus produtos. A partir dessa data, usam unicamente calibres próprios cuja utilização está em constante crescimento.


O escape Co-axial


Escape Co-axial


Em 1999, a empresa começou a desenvolver o escape co-axial. O escape co-axial foi criado pelo relojoeiro inglês George Daniels. Os calibres com este tipo de escape estão agora disponíveis exclusivamente em vários modelos Omega. No mostrador é inserida a informação de que o relógio possuiu um sistema de escape co-axial. O escape co-axial é considerado particularmente resistente à vibração e baixo atrito e também poderá funcionar com baixa lubrificação durante um longo período de tempo.


O Omega De Ville Central Tourbillon



Omega De Ville Central Turbilhão Ref. 51333000 de 1999


A coleção classicamente elegante De Ville para homens e senhoras contém a mais recente tecnologia de calibre com componentes antimagnéticos. O Omega De Ville Central Tourbillon incorpora a perfeição da alta relojoaria. O único relógio do mundo com turbilhão central foi feito à mão por um círculo seleccionado de relojoeiros na "Cellule Haut de Gamme“ da Omega em Bienne. A característica especial é que a gaiola do turbilhão gira em torno de seu próprio eixo uma vez por minuto, equilibrando os efeitos da gravidade na precisão do relógio.


A Omega é o único fabricante do mundo a produzir relógios com turbilhão central.


Os turbilhões são fabricados pela Omega desde 1947, o modelo `Central Tourbillon`, no entanto, é o testemunho do know-how e engenharia de alta qualidade da indústria relojoeira. Como os relógios com turbilhão ainda são obras-primas mecânicas da arte da relojoaria e ainda são feitos à mão, mesmo um relojoeiro altamente qualificado pode fabricar apenas algumas dessas cópias por ano. O inovador cronómetro de escape coaxial De Ville Central Tourbillon é tão preciso que recebeu o certificado oficial COSC (Contrôle Officiel Suisse des Chronomètres).


Omega Seamaster Professional 300M



Omega Vintage Seamaster 300 Ref. ST165024


Omega Seamaster Casino Royale "James Bond 007" Ref. 22268000


Omega Seamaster 300 "Spectre 007" Ref. 23332412101001


No filme "GoldenEye", James Bond usava um Omega Seamaster Quartz Professional 300M no pulso. Tornou a marca Omega novamente interessante para um público-alvo mais jovem. Daniel Craig usou o mesmo modelo 20 anos depois.


Relógios femininos



Omega Ladymatic Diamond Setting Ref. 4553834 de 2015


Além de Cindy Crawford e Michael Schumacher, a estrela de Hollywood Nicole Kidman é a embaixadora da marca de relógios de luxo Omega. Em 2009, Nicole apresentou a linha de relógios femininos Ladymatic em Pequim, que foi lançada pela primeira vez em 1955. É uma série de relógios para senhora especialmente desenvolvida com movimento automático e escape coaxial, uma característica apenas apresentada nos relógios Omega. Graças a um marketing inteligente e tecnologias exclusivas, a Omega conseguiu alcançar os cinco primeiros lugares no segmento de relógios de luxo suíços nos últimos anos.


Seamaster PloProf



Omega Vintage PloProf "Jacques Costeau" Ref. 1660077


Para os desportos aquáticos a Omega criou a sua própria linha de relógios de mergulho - Seamaster. O famoso explorador marinho Jacques Costeau contribuiu para o desenvolvimento do Seamaster Plongeur Professional, mais conhecido como "PloProf" (de "Plongeur professionel"). Em 1971, o relógio chegou ao mercado. A resistência à água era de 600 metros.


Outros Modelos icónicos da marca



Omega Flightmaster Ref. 145036 de 1972



Omega Cronógrafo "Bull Head" Ref. 146011 de 1969



Omega Speedmaster "Dark Side of the Moon" Ref. 31192445101003


88 visualizações0 comentário

Commenti

Valutazione 0 stelle su 5.
Non ci sono ancora valutazioni

Aggiungi una valutazione
bottom of page