top of page

Alexandre Hazeman, vencedor do Concurso Jovens Talentos da F.P. Journe



Já desde 2015, que a Young Talent Competition permite descobrir a próxima geração dos jovens relojoeiros mais talentosos do mundo, apoiando-os no seu caminho para a independência, identificando as suas conquistas e colocando-as sob os holofotes do sector. A F.P.Journe organiza o Young Talent Competition com o apoio da The Hour Glass, o conhecido retalhista da região da Ásia-Pacífico. Ambas as casas pretendem perpetuar e apoiar a arte da alta relojoaria e cultivar o valor do artesanato relojoeiro em toda a sua linha.


Os critérios de seleção deste concurso baseiam-se na realização técnica, na busca da complexidade na sua execução, na qualidade do trabalho artesanal, assim como no senso de design e de estética. Os candidatos tiveram de projetar e criar de forma independente um relógio ou uma construção relojoeira. O vencedor do concurso do Young Talent 2023 recebeu um diploma e uma bolsa de CHF 20.000.- da The Hour Glass e da F.P.Journe, que lhe permitirá comprar ferramentas de relojoaria ou financiar um projeto de relojoaria.


O júri do Young Talent Competition de 2023 foi composto por personalidades importantes da cena relojoeira internacional como Philippe Dufour, Andreas Strehler, Giulio Papi, Marc Jenni, Michael Tay, Elizabeth Doerr e François-Paul Journe.


E o vencedor é…



E o vencedor deste ano foi Alexandre Hazeman, um francês de 23 anos oriundo de Pontarlier, e que submeteu à apreciação do júri uma criação que apelidou de AH.02 Signature. Hazeman formou-se pelo Lycée Edgar Faure em Morteau, França, em julho de 2022. Alexandre Hazeman conta-nos o seu percurso:


Para o 7º ano de estudos de relojoaria no Lycée Edgar Faure em Morteau, somos convidados a criar um relógio de escola. O tema imposto este ano foi a criação de um relógio com mecanismo de batida na passagem das horas com indicação da hora por salto instantâneo. Além dos constrangimentos técnicos, a nossa abordagem criativa teve de responder a uma questão filosófica: “Do que precisamos para ser felizes?”. Acabou por ser natural que eu me voltasse para o tema da paixão. Construí o desenho geral do projeto em diferentes eixos: equilíbrio, leveza, pura arte relojoeira. O AH.02 Signature foi inspirado por uma reflexão profunda e sincera que deu origem a um pensamento criativo rico e original.


História


Este projeto foi realizado em colaboração com um amigo de longa data, Victor Monnin. Ao longo dos anos em que estudámos juntos, passámos a entender a importância do trabalho em equipe. Partilhamos uma filosofia, um mindset semelhante ao de dois irmãos. Para além disso, as nossas capacidades complementavam-se perfeitamente. O Victor está mais envolvido na gestão e organização de projetos, assim como na usinagem de componentes. Quanto a mim, tenho mais facilidade para a construção relojoeira, e para os cálculos relojoeiros que dela decorrem, assim como para a prototipagem.


Realização do projeto


Esta aventura decorreu de 4 de outubro de 2021 a 10 de junho de 2022. Cronologicamente, começámos por fazer esboços incluindo o design dos relógios de outubro a novembro. De seguida, passamos para o design em computador e cálculos de relojoaria de dezembro a janeiro. A partir dai, fabricámos todos os componentes durante 2 meses, de fevereiro até o final de março. Devo especificar que fizemos todas as peças, excepto o vidro, a correia e a platina do movimento. Os componentes foram fabricados com máquinas tradicionais, mas também com CNC. O movimento LJP6900 foi entregue apenas com os vários apontamentos e fresagens realizados. De seguida, tivemos que terminar de cortar as pontes e a platina. O mês seguinte foi reservado para a prototipagem e a fiabilidade. Esta etapa foi para mim a mais complexa. O objetivo era encontrar e resolver os problemas um a um para obter um relógio funcional, capaz de marcar o tempo com uma precisão impecável. De seguida, fizemos toda a caixa de aço inoxidável numa máquina tradicional para acomodar o movimento de dupla complicação. Maio foi reservado para a finalização. Fiz o acabamento acetinado da ponte e das faces com uma técnica de foscagem. Finalmente, tive que encontrar os fornecedores para fazer a galvanoplastia (Ruténio antracito). Para finalizar, fiz a montagem final para deixar o relógio pronto e funcional para o início de junho. Levamos quase 8 meses e mais de 1 200 horas de trabalho para concluir o nosso projeto na sua totalidade. O ritmo de trabalho era muito intenso (cerca de 15 horas por dia) e sem nenhuma pausa.



Como funciona


Uma função de hora sonora difere significativamente de um repetidor de quarto. Para além disso, considerando a sincronização dos mecanismos, é necessário explicar o princípio da hora saltante instantânea.


Uma hora sonora emite um som por hora. Optámos por vincular o salto do martelo ao salto da hora. Para fazer isso, usamos uma alavanca que executa 3 ações para o mesmo ciclo. A primeira ação é manter contato constante com o excêntrico das horas ao centro do movimento. Então, para o salto das horas, um dedo fixo na alavanca aciona a roda estrela quando a alavanca cai no excêntrico. Finalmente, para a terceira ação, a alavanca arma o martelo no seu arco ascendente e solta-o quando o excêntrico salta para deixá-lo bater com toda a sua inércia contra o gongo.


Também desenvolvemos um sistema de ajuste de tempo unidirecional que permite a rotação do came em apenas uma direção, o que impossibilita que se quebre. Um carrete retrátil é instalado entre o temporizador e a engrenagem de ajuste inicial. Caso o utilizador corrija a hora na direção errada, o carrete irá retrair e girar livremente.



Conclusão


Esta criação significou muito para nós e queríamos terminar os nossos 7 anos de estudo da forma mais bonita. Com esta aventura queríamos transformar este projeto escolar num projeto profissional e assim torná-lo num trampolim para a nossa carreira.


Com meu amigo Victor Monnin, decidimos que um dia criaríamos a nossa oficina independente para produzir esses dois relógios marcantes. Sabemos que o caminho é longo e tortuoso e que há sempre algo que fica por fazer.


Especificações técnicas

Diâmetro: 42 mm

Altura: 12,8 mm

Peso: 120 g

Calibre: LJP6900 retrabalhado

Movimento automático

Acerto de hora unidirecional

Complicações totalmente fabricadas

Hora de batida - Hora de salto instantânea

Reserva de energia: 50 horas

14,8 linhas - 34 jóias - Frequência: 28.800 alt/h

Caixa: Aço inoxidável - Resistente à água até 3 ATM

Cristal de safira personalizado - Fabricação suíça

Correia sob medida fabricada em França: Jacaré azul

Acabamento: Todas as peças foram decoradas à mão, chanfradas à mão, platina adicional em níquel prateado, mostradores granulados e gravados a laser, gravados a laser e envernizados à mão, caixa escovada, bisel polido, verso gravado a laser e jateado.



Entrevista a Alexandre Hazeman

Sobre si:


Quando e como nasceu esta paixão pela relojoaria?


É graças ao meu pai, um engenheiro de precisão numa manufatura de relojoaria, que fui apresentado a este ambiente. De seguida, durante os meus estudos, tive a oportunidade de descobrir relojoeiros independentes por meio de vários internatos e experiências profissionais. Foi então que compreendi a verdadeira essência da relojoaria tradicional. Esta paixão é agora acompanhada de um sonho e de um objetivo, o de ser, um dia, relojoeiro independente.



Qual foi sua primeira conquista relojoeira (ou o primeiro relógio)?


A minha primeira conquista real na relojoaria é o AH.02 Signature. Este relógio é o resultado de uma profunda reflexão onde pude expressar-me livremente através das minhas escolhas técnicas e estéticas.



Sobre o relógio:


Menciona equilíbrio e leveza nos seus pensamentos sobre este projeto. Como é que essas noções estão representadas no seu relógio?


O equilíbrio é representado pelo efeito de simetria com os mostradores, assim como com as diferentes opções de implantação dos diferentes componentes. Quanto à leveza, quis transmitir essa sensação abandonando as restrições visuais. Na minha opinião, o proprietário deve poder vaguear e compreender visualmente o seu relógio. Também quis mostrar o mecanismo para deixar a peça ainda mais viva.


Qual foi a sua parte favorita durante a construção deste relógio?


Se eu tivesse que citar apenas um, seria a fabricação do grande “rocker”. Esta peça reúne um mix de tecnicidade, com a mola aparafusada, e beleza. É uma peça que me está próxima do coração, porque é o elo entre o tempo e o sistema de batida sonoro.



Qual é a anedota mais marcante sobre a concepção desta peça?


A anedota mais marcante deste projeto é também uma das minhas melhores recordações: é uma noite sem dormir passada na oficina para terminarmos as nossas peças nos prazos impostos. Tínhamos dormido apenas 30 minutos e o Victor veio-me acordar e motivar-me a terminar esse último trecho.


Sobre o futuro:


Porque decidiu participar neste Concurso de Jovens Talentos?


Estávamos longe de simplesmente fazer o nosso relógio para cumprir um critério de formação. A nossa intenção era projetar a nossa peça com atenção absoluta aos detalhes, como se tivéssemos a intenção de a comercializar. Este concurso foi para nós, alunos da École d'Horlogerie de Morteau, uma continuação lógica, para além de ter sido uma motivação suprema durante a realização do nosso projeto.


O que pretende fazer com este prémio?


Da minha parte, irei enriquecer a minha colecção de ferramentas de relojoaria, assim como aumentar a minha experiência e maturidade. Quero fazer com este prémio aquilo a que ele se destina, ou seja, utilizá-lo como trampolim na minha vida profissional. Sou uma daquelas pessoas que não acredita que a nossa vida já está escrita num pergaminho e que devemos aproveitar todas as oportunidades que surgem no nosso caminho.


Quais as suas expectativas para os próximos cinco anos?


A minha filosofia é que a nossa vida é a única hipótese que todos temos para realizar os nossos sonhos. O meu futuro será certamente moldado para a independência relojoeira, que é para mim o Graal definitivo. No entanto, sendo ainda um estudante no CPNE (Centre de training professionnelle neuchâtelois) em Le Locle, após o meu DN MADe (Diplôme national des métiers d'art et du design) na École d'Horlogerie de Morteau, tenho que me manter humilde e Pragmático, para continuar a aprender esta fascinante profissão e construir aos poucos a oficina dos meus sonhos de criança.

101 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page