top of page

Horas saltantes | Duplo calendário | Fases da Lua | 1915 | Ouro

Série: GRANDES COMPLICAÇÕES

 

Por: Sílvio Pereira

 


 

Funções


1 - Horas digitais saltantes;

2 - Minutos;

3 - Segundos;

4 - Fases lunares;

5 - Dias do mês;

6 - Dias da semana;


Ficha técnica


- Relógio de Bolso tipo Lepine. Horas digitais saltantes, duplo Calendário com fases da lua. Datado de 1905

- Número de Série: 18971

- Manufactura: Anónimo

- País - Suíça

- Ano de fabrico: 1915

- Calibre: Formato Pontes clássicas. S/ número

- Protecção do movimento: Guarda pó em Ouro.

- Tipo de Escape: Âncora Suíça

- Balanço: Bimetálico termo-compensado, com espiral Breguet

- Reserva de Marcha: 36 horas

- Frequência: 18000 A/h

- Rubis: 25

- Material da caixa: Ouro 18 Kt.

- Mostrador: esmalte sem imperfeições ou cabelos

- Horas: Saltantes às 12 horas

- Minutos: Ponteiro central

- Pequenos segundos: às 6 horas

- Dias do mês: às 3 horas

- Dias da Semana - às 9 horas

- Fases da lua: às 6 horas

- Diâmetro da caixa: 48,3mm

- Espessura: 15,7mm

- Peso: 90,62g

- A mola real é accionada através de coroa às 12 horas.

- Ponteiros: Minutos em forma de pêra. Accionados pela coroa com pitão de desbloqueio da tige às 11 horas.

- Numerais: Arábicos saltantes para as horas. Arábicos para os intervalos de cinco minutos e marcadores para os restantes .

- Segundos: Arábicos para os intervalos de cinco e marcadores para os restantes.

- Vidro: Em óptimo estado.

- Numeração da tampa de caixa: 18971


Apreciação geral - Relógio com horas saltantes de duplo calendário com fases lunares em ouro em imaculado estado de conservação.


História deste relógio


Um abastado residente da cidade do Porto de seu nome Fernando Santos, nascido em 1890, com interesses e participações na companhia do Café de S. Tomé e Príncipe, por volta do ano de 1914 encomendou a uma relojoaria do Porto, que depois o mandou fazer a uma empresa Genebrina, um relógio especial, idealizado por ele e que deveria ter algumas funcionalidades muito específicas. Cerca de um ano passado é-lhe apresentada esta magnífica obra de arte e de microengenharia.


Peça única, não existe outra igual.


A peça foi passando de geração em geração e eu tenho a felicidade de ser amigo do último descendente. Quando soube que ele contactou a Christies para colocar o relógio a leilão adiantei-me, fiz um esforço financeiro bastante elevado e adquiri-o.

 

A. Kaiser | Mecânico Digital | Horas e minutos saltantes |1895 | Ouro




Funções


1 - Horas digitais saltantes;

2 - Minutos digitais saltantes ;

3 - Segundos.


Ficha técnica


- Relógio de Bolso tipo Savonette. Horas e minutos digitais saltantes. Datado de 1890

- Funções: Horas e minutos digitais saltantes e segundos.

- Número de Série: 681

- Manufactura: A. Kaiser

- País - Suíça

- Ano de fabrico: 1890

- Calibre: Formato Pontes clássicas. S/ número

- Protecção do movimento: Guarda pó em latão.

- Tipo de Escape: Âncora Suíça

- Balanço: Bimetálico termo-compensado, com espiral plana

- Reserva de Marcha: 36 horas

- Frequência: 18000 A/h

- Rubis: 15

- Material da caixa: Ouro 14 Kt.

- Mostrador: esmalte sem imperfeições ou cabelos

- Horas: Saltantes às 12 horas

- Minutos: Saltantes centro

- Pequenos segundos: às 6 horas

- Diâmetro da caixa: 52,4mm

- Espessura: 17,4mm

- Peso: 128,63g

- A mola real é accionada através de coroa às 12 horas.

- Ponteiros: Minutos em forma de pêra. Accionados pela coroa com pitão de desbloqueio da tige às 5 horas.

- Numerais: Arábicos saltantes para as horas. Arábicos saltantes para para os minutos

- Segundos: Arábicos para para os intervalos de cinco e marcadores para os restantes.

- Vidro: Em óptimo estado.

- Numeração da tampa de caixa: 681


Apreciação geral - Relógio mecânico digital com horas e minutos saltantes em ouro em imaculado estado de conservação.

 

História do relógio mecânico digital Horas saltantes (Jump hour)


O relógio mecânico digital, pelo menos quando se trata de dispositivos de cronometragem, foi criado em 1883. Um inventor austríaco, Josef Pallweber, aos 25 anos, patenteou uma nova maneira de mostrar o tempo . Pallweber concedeu a licença à IWC, que por sua vez a cedeu ao Fabricante suíço Cortébert para os mercados francês e belga.


Josef Pallweber e a sua invenção


Pallweber nasceu em Salzburg, Áustria, em 1858, tornou-se engenheiro ainda jovem. Começou a trabalhar em algumas invenções focadas em digitalizar a maneira como lemos o tempo. Em 1883, registou uma patente para perpetuar seu nome na história como o inventor da complicação das horas saltantes com um display digital. Como qualquer inventor, vendeu as licenças da sua patente à IWC em 1885, que começou a criar relógios de horas saltantes baseando-se nesta invenção. Essa complicação foi um dos marcos mais importantes da história da IWC.


Patente Americana 312754 da invenção de Pallweber


Na década de 1880, a IWC, rapidamente abraçou a nova invenção de um relógio de bolso digital. Em vez de ter um mostrador convencional com ponteiros de horas e minutos – a abordagem analógica – o relógio digital do século 19 usava discos giratórios para horas e minutos. Os dígitos que mostravam as horas e os minutos eram apresentados através de duas janelas no mostrador. Os segundos ainda eram mostrados através de um ponteiro num pequeno mostrador.


Movimento Pallwebwe II de 1884


A partir do verão de 1884 e nos anos seguintes, a IWC produziu muitos desses relógios de bolso Pallweber. Os registos de vendas da IWC revelam que havia cerca de 16 590 desses relógios fabricados e vendidos até a década de 1890.


Catálogo IWC 1885 anunciando relógios Pallweber

Os relógios IWC Pallweber foram feitos para serem heranças. Eram relógios de luxo para os padrões do século 19, mas ainda evocavam as melhores tradições artesanais.

Todos esses relógios tinham duas janelas revelando os dígitos das horas e minutos. Os mostradores refletiam vários idiomas diferentes para as palavras “horas” ou “minutos”, uma vez que os relógios eram vendidos em vários mercados, da Rússia a Portugal, França, Reino Unido, Espanha e Alemanha, entre outros.


Palavras "horas" e "minutos" no mostrador em língua francesa


Obras de arte nos mostradores


Muitos dos mostradores Pallweber foram elaborados com desenhos pintados à mão numa base de esmalte. As janelas digitais no mostrador permitiam espaço para a arte. Os artistas costumavam seguir a Escola de Naturalismo do século XIX, retratando montanhas e paisagens icônicas da Suíça. Outros desenhos incluíam querubins ou motivos florais por vezes bastante elaborados. Dependendo do mercado, esses mostradores eram assinados de várias maneiras “International Watch Co., ou “Patent Automatic Timekeeper” ou “Pat. 24 de fevereiro de 1885”, em muitos casos sem qualquer nome de empresa.

Relógio de bolso com movimento Pallweber III e mostrador raro pintado à mão, 1887

As caixas por vezes vezes eram tão elaboradas quanto os mostradores. Enquanto a maioria era de prata sem adornos, alguns tinham gravuras muito intrincadas e até fantasiosas. Um exemplo inicial, vendido primeiro em Bombaim, na Índia, tinha uma caixa repoussé, que é uma forma de trabalho em metal martelado em relevo no verso. Como a IWC às vezes vendia apenas movimentos devido à grande demanda por esses relógios, eram usadas caixas diferentes .


Os movimentos desses relógios também eram únicos, mas ainda baseados nos princípios clássicos do design do movimento do relógio suíço. A base para esses movimentos foi o calibre “Elgin II” da IWC da década de 1880, um design durável também usado em relógios de bolso analógicos “regulares” da IWC. No entanto, esses novos relógios Pallweber não tinham ponteiros cravados num eixo e, em vez disso, as rodas do mecanismo patenteado pela Pallweber eram discos para as horas e minutos.


Relógio de bolso m prata com movimento Pallweber III, 1887

Esses movimentos também são chamados “horas de saltantes”, pois os discos das horas e dos minuto “saltam” para a próxima configuração à medida que as horas ou os minutos avançavam. Os discos giratórios e os saltos exigiam potência extra da mola real e um ajuste preciso para permitir o salto exatamente no momento certo. Estes eram movimentos bonitos, mas talvez um pouco exigentes. Durante esta época, a IWC melhorou continuamente seus movimentos, de Pallweber I a II a III. Projetos de horas saltantes subsequentes patenteados por outras empresas tiveram melhorias destinadas a aumentar a força da mola do movimento, o que permitiu que os discos saltassem com mais facilidade.


O próximo capítulo


Os relógios de bolso Pallweber da IWC foram distribuídos apenas de 1885 até o início da década de 1890. Embora nenhum outro relógio de bolso digital tenha sido produzido posteriormente pela IWC, outras empresas produziram relógios de bolso digitais até cerca de 1910. Muitos desses desenvolvimentos posteriores forneceram torque adicional por meio de designs de molas, trocas de dentes de rodas ou um segundo tambor.


Relógio de bolso com movimento Pallweber III, caixa em ouro 14 quilates, 1886

Ninguém sabe o motivo que levou a IWC a não continuar a produzir esses relógios de bolso digitais após a década de 1880, uma vez que eram facilmente legíveis e inovadores, e muitas vezes com mostradores e caixas especiais. Embora pudessem ser um pouco exigentes em termos operacionais, estavam à frente do seu tempo, pelo menos até 2018. Como parte de seu 150º Jubileu, em 2018 a IWC lançou com sucesso o seu relógio de pulso Tribute to Pallweber com um mecanismo totalmente redesenhado. Um grande conceito merece viver para sempre.


IWC tribute to Pallweber edição "150 Years"


 

Outros fabricantes de relógios horas saltantes com patente Pallweber


Cortebert
















149 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page