top of page

Vermelho marca o Revival do Defy A3691

Com a estreia de um Revival em edição limitada do modelo Defy no ano passado, a Zenith revisita o conceito com o Defy Revival A3691. Um modelo que marcou em 1971 o inicio da adopção por parte da marca suíça de um género de mostradores de grande impacto cromático.


1969 marcou um momento decisivo para a ZENITH. Não só a Manufatura apresentava nesse ano o calibre El Primero, como estreava a coleção Defy. O lançamento era considerado uma espécie de contraofensiva perante a onda de relógios de quartzo de origem asiática e norte americana que começava a ameaçar a relojoaria tradicional suíça. O Defy munia-se com os argumentos de um design arrojado e uma elevada robustez com os quais os relógios electrónicos produzidos em massa naquela época dificilmente conseguiram competir.


E um dos primeiros modelos da coleção Defy foi o A3642, justamente apelidado de “coffre-fort” em francês. O sucesso do modelo levou a Zenith a introduzir dois anos depois mostradores com novas cores e um efeito vignette marcado que escurece em direção aos cantos. Entre as novas cores que a moda relojoeira começava então a adoptar de forma quase generalizada, estava o mostrador vermelho profundo do A3691.


A robusta caixa octogonal do Defy vinha acompanhada de uma luneta de catorze lados, um mostrador vermelho profundo brilhante, marcadores de horas quadrados aplicados com ranhuras horizontais, e uma bracelete tipo “escada” em aço do fabricante Gay Frères.


Defy Revival A3691 @ Zenith

É este modelo que a Zenith agora revisita. O A3691 passa a ser o primeiro modelo Defy Revival a fazer parte da coleção permanente. Mas a semelhança estética esconde algumas diferenças em relação ao modelo do inicio da década de 1970. Em vez do fundo de caixa sólido do modelo original, decorado com uma estrela de quatro pontas que se tornou um dos logotipos da marca e um elemento de design recorrente nos anos seguintes, o Defy Revival A3691 apresenta um fundo de caixa em safira com o movimento de manufatura Elite 670 automático, que opera a uma frequência de 4 Hz (28 800 alt/h) e oferece uma autonomia de 50 horas.


Defy Revival A3691 @ Zenith


Mesmo com o acrescento do fundo de caixa, foi mantida a estanqueidade de 30 atm (300 metros) do modelo original. Na verdade, as únicas diferenças cosméticas entre o Revival e o seu progenitor são o vidro de safira, o fundo da caixa e o tipo de pigmentos luminescentes.


Ao contrário do Defy Revival A3642, lançado o ano passado em edição limitada numerada, o Defy Revival A3691 irá juntar-se à coleção Defy permanente, passando a estar disponível nas boutiques e distribuidores autorizados da marca.


Defy Revival A3691 @ Zenith

Defy Revival A3691

Referência: 03.A3642.670/3691.M3642

Movimento: ELITE 670, automático Frequência 28 800 alt/h (4 Hz)

Reserva de marcha: aprox. 50 horas Funções: horas, minutos e segundos ao centro. Indicação de data às 4h30 Acabamentos: nova massa oscilante em forma de estrela com acabamento acetinado

Caixa: 37 mm

Material: aço inoxidável Estanqueidade: 30 atm

Mostrador: mostrador vermelho-rubi gradiente Índices das horas: revestidos a ródio e facetados Ponteiros: revestidos a ródio, facetados e revestidos com Super-LumiNova SLN C1

Bracelete e fivela: 27.03.1816.M3642 Bracelete em aço inoxidável tipo “escada”.

Preço: 6900 CHF


Para mais informação sobre a Zenith, visite o sitio da marca aqui.

60 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page